No Dia da Mulher, evento debate superação e empreendedorismo das pacientes com câncer

Compartilhe:

09Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, foi realizado o evento “Supere-se, Mulheres na Vanguarda”, com palestras e roda de conversa. O momento foi dedicado para falar sobre o empreendedorismo feminino e da superação de mulheres que venceram ou estão lutando contra o câncer.

Durante o encontro, realizado na tarde de terça-feira, 8, na Clínica Onco Hematos, em Aracaju,  integrantes dos grupos de pacientes com câncer puderam se reunir para trocar experiências e acompanhar as palestras. A ação foi promovida pelas Clínicas Onco Hematos e Onco Hematos, que integram a Rede AMO, Assistência Multidisciplinar em Oncologia.

As palestrantes do evento foram a empresária e CEO Vahle Comunicação, Grace Franco, que falou sobre o tema “Todas Podemos Empreender” e a vereadora de Aracaju e uma das fundadoras do Grupo Mulheres de Peito, Sheyla Galba, com o tema “Empreendendo após o câncer”.

Segundo a diretora médica da Onco Hematos e organizadora do evento, a mastologista Paula Saab, a ação surgiu após relatos de pacientes com câncer sobre o assunto. “A gente quer associar o empreendedorismo não só como a criação de um novo projeto, mas associar isso às mulheres que conseguiram realizar a superação da doença e continuaram seguindo a vida de maneira a conquistar novas coisas, desenvolver novos projetos, abrir novos negócios, se especializar em outras coisas e trazer inspirações para outras mulheres”, disse Paula Saab, agradecendo a participação dos grupos de mulheres com câncer e das palestrantes, que trouxeram a abordagem sobre os temas.

Durante a palestra, a empresária Grace Franco contou sobre sua trajetória profissional e a sua forma de empreender desde cedo para buscar conquistar seus objetivos. Segundo ela, impulsionar e inspirar outras mulheres é essencial, pois toda mulher pode ser uma empreendedora. “Há naturalmente na mulher uma força de fazer algo de transformação, que traga inovação, isso é da mulher. Ela se envolve, seja na sua comunidade, seja num projeto social ou criando a sua própria empresa, buscando a sua independência financeira. E trazer esse tema para mulheres que enfrentam ou enfrentaram um câncer é mais motivador ainda, porque são mulheres que dão a volta por cima, em meio de altos e baixos, elas continuam tocando seus negócios e aqui em Sergipe temos várias mulheres de sucesso empreendendo”, explicou.

Já a vereadora Sheyla Galba, contou durante sua palestra como surgiu o Grupo Mulheres de Peito, quando ela ainda era paciente com câncer e sobre a sua trajetória de vida na luta pelas mulheres com câncer. “O grupo Mulheres de Peito era um grupo de apenas quatro mulheres que se conheceram durante o tratamento para trocar experiências. Depois de muita reclamação do aparelho de radioterapia que quebrava muito, o grupo se transformou em um movimento para lutar pelo tratamento contra o câncer em Sergipe. Hoje, vendo essas mulheres lutando, venho retratar que tudo que elas passam e sentem, eu também senti, passei e eu não me deixei levar pela doença. Eu enfrentei, fui lutar com outras mulheres por um tratamento digno”, destacou Sheyla Galba, que hoje é vice-presidente da instituição.

Após as palestras, foi feita uma roda de conversa com as pacientes dos grupos Mulheres de Peito, Flores do Nosso Jardim, Resiliência Feminina e Flores de Aço, que compartilharam suas experiências sobre a luta contra o câncer e o empreendedorismo. Uma delas foi Marcela Nabuco, integrante do grupo Flores de Aço. “Minha vida mudou totalmente quando descobri o câncer de mama, mas a partir dali minha vida mudou. Eu trabalho com marketing e comunicação e após meu tratamento, a clínica que eu era paciente perguntou se eu queria trabalhar para eles, pois ninguém conhece a dor de uma paciente do que uma pessoa que conhece os dois lados. E essa foi a minha parte empreendedora, porque eu abri minha agência e abri uma nova de vertente de trabalho de marketing na área da saúde”.

Exames cardíacos

Ao final do evento, as Clínicas Onco Hematos e Onco Hematos fizeram a entrega de vouchers para realização de exames cardíacos para o grupo Mulheres de Peito. Alise Souza, presidente da entidade, agradeceu o recebimento. “É uma honra participar desse evento e receber esses vouchers é de grande importância. Nós temos mulheres do grupo do remo que estavam precisando fazer esses exames e estavam sem condições e agora vão poder fazer. Não só para as mulheres de peito que remam, mas para outras pacientes que também precisam desses exames”, disse a presidente do Mulheres de Peito.

 

Ascom/Onco Hematos

Mais Notícias

foto-preto-e-branco-de-mulher-com-dor

Endometriose x Fibromialgia

O-que-e-melanoma-

Descubra os sinais cruciais do Melanoma

anemia

Anemia não é tudo igual

utero

Câncer de colo de útero: prevenção e conscientização

Em que podemos ajudar?