“Câncer de próstata atinge um a cada sete homens”, alerta urologista durante palestra para funcionários do BB

Compartilhe:

O cuidado com a saúde do homem foi tema de palestra na tarde desta segunda-feira, 21, para funcionários da Agência do Banco do Brasil – Estilo Garcia, em Aracaju. A ação foi realizada pelas clínicas Homo e Onco Hematos, que integram a Rede AMO, Assistência Multidisciplinar em Oncologia, em parceria com a Caixa de Assistência dos Funcionários do Banco do Brasil (CASSI).

A palestra foi realizada pelo urologista da Homo, Breno Amaral, e faz parte da Campanha Novembro Azul, que visa orientar a população sobre diversas doenças que atingem os homens, principalmente o câncer de próstata.

De acordo com o urologista, o câncer de próstata atinge um a cada sete homens e a cada 40 minutos um homem morre da doença. “O câncer de próstata é o segundo que mais mata de neoplasia, a cada oito minutos um novo caso da doença é diagnosticado no Brasil, a cada 40 minutos um homem morre de câncer de próstata, e a doença atinge um a cada sete homens. Ou seja, são dados alarmantes, mas o câncer de próstata é um dos mais curáveis quando diagnosticado precocemente, pois quando é identificado o tumor logo no início, é possível taxa de cura de em média 90%”, alertou.

Ainda segundo Dr. Breno Amaral, o rastreamento do câncer de próstata é feito com toque retal e o exame de PSA (exame de sangue). “Existe uma população de maior risco, que são os negros e as pessoas que na família possui parente de primeiro grau com câncer de próstata. Essas pessoas precisam fazer o rastreamento através dos dois exames a partir dos 45 anos de idade. O restante dos homens, se não entrar no grupo de risco, pode iniciar os exames a partir dos 50 anos”, afirmou.

Durante a palestra, o urologista alertou também que os dois exames são essenciais, um não exclui a realização do outro. “O toque retal é um exame rápido, indolor, dura no máximo 10 segundos, não muda em nada para o homem e dá informações importantes com relação à próstata. A gente consegue vê o tamanho da próstata e 20% dos casos de câncer que o PSA ainda não tem valor anormal no exame de sangue, é possível perceber uma pequena alteração pelo exame do toque. Então a importância dos dois exames”, explicou Dr. Breno.

O médico urologista também reforçou a importância dos homens buscarem o urologista desde a adolescência, para fazer o acompanhamento assim como as mulheres vão à ginecologista. “O homem deve sempre procurar o urologista desde a adolescência. Esse profissional pode tirar diversas dúvidas, principalmente quando se inicia a atividade sexual. E adolescentes que não iniciaram atividade sexual também são orientados a tomar a vacina contra HPV. A recomendação é para meninos de 9 a 14 anos”.

Parceria

A psicóloga da CASSI, Ticiane Costa, ressaltou a importância da parceria com as clínicas para a realização dessa palestra. “Essa parceria é muito importante para prevenção e promoção da saúde. Estamos aproveitando o momento do No0vembro Azul para poder estar trazendo essas palestras para os homens. Porque sabemos que quando comparado entre homens e mulheres, as taxas de cuidado e busca pela prevenção é muito maior em mulheres. Então, dessa forma, a gente consegue alcançar um público muito maior, principalmente em agência que comportam um grande número de homens e também mulheres que podem repassar essas orientações aos seus maridos e seus familiares”.

O gerente geral da Agência Estilo Garcia, Genisson Barreto, agradeceu a realização da palestra. “Foi muito esclarecedora e acho que o principal ponto trazido foi a prevenção. Como Dr. Breno ressaltou, a gente tem um certo preconceito, principalmente o público masculino, quando se fala nesse tema, sobre o exame de toque. É bom que desmitifica e que não é um bicho de cabeça. Alertar é essencial para que a gente busque o cuidado preventivo, para que lá na frente não gere um problema maior”.

Mais Notícias

doença-de-chron

Doença Inflamatória Intestinal: Causas, sintomas e tratamentos

aedes-aegypti

Sou paciente oncológico: O que faço para me proteger da Dengue?

Endometriosis, virtual model of the uterus, close-up. Woman suffering from menstrual pain, while sitting on bed. Stomach pain

Entendendo a relação entre Endometriose e Câncer Uterino

Dengue-e1684841371182

Como combater a Dengue?

Em que podemos ajudar?