Dia Nacional do Doador de Sangue: Hematologista alerta importância da doação

Compartilhe:

Neste 25 de novembro, é celebrado o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue. A data homenageia os voluntários e reforça a importância desse gesto, sobretudo durante a pandemia da covid-19, período em que onde houve queda de até 50% no número de doações em algumas regiões do Brasil. O hematologista da clínica Onco Hematos, que integra a Rede AMO, Assistência Multidisciplinar em Oncologia, Geydson Cruz, destaca a importância de pessoas se tornarem doadores de sangue.

“O gesto de doar sangue pode salvar vidas. Uma pessoa adulta tem em média cinco litros de sangue e em uma doação são coletados, no máximo, 450ml de sangue, que pode salvar em média quatro vidas. E o organismo no mesmo dia já repõe a quantidade de sangue que foi retirada na doação”, afirmou o hematologista.

Ainda de acordo com Dr. Geydson, para doar sangue, são necessários alguns critérios. “É necessário pesar acima de 50kg, ter idade entre 16 e 69 anos. Menores de idade devem possuir autorização do responsável e pessoas entre 60 e 69 anos só podem doar se já forem doadores frequentes. Também é importante estar bem alimentado, descansado (ter dormido no mínimo 6 horas) e apresentar documento oficial com foto no dia da doação”.

Segundo o Ministério da Saúde, 1,8% da população doa sangue de forma regular. Esse número fica um pouco abaixo dos 2% ideais definidos pela Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), mas bem atrás dos 5% registrados em países da Europa. As doações constantes são essenciais para os estoques de plaquetas, que ajudam no controle de sangramentos e são usadas em tratamentos contra o câncer, por exemplo.

A doação de sangue é o processo pelo qual um doador voluntário tem seu sangue coletado e armazenado em um banco de sangue ou hemocentro, para uso subsequente em transfusões de sangue. O sangue é um composto de células que cumprem funções como levar oxigênio a cada parte do corpo, defender o organismo contra infecções e participar na coagulação. Nada substitui o sangue.

Doadores de sangue em SE
O Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose), uma das referências de doações do estado, conta com um cadastro de 169.119 voluntários que realizam no mínimo uma doação ao ano. Das doações efetivadas diariamente na unidade de hemoterapia, 71,40% são do público masculino e 28,60% são doações femininas. O percentual de jovens na faixa etária de 18 a 28 anos de idade corresponde a 39% das doações registradas.

Sobre a data
O Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, comemorado em 25 de novembro, foi estabelecido através do Decreto de Lei nº 53.988, de 30 de junho de 1964, assinado pelo presidente Castello Branco. A criação da data teve como finalidade homenagear os voluntários e estimular a população brasileira para o ato regular da doação de sangue.

Ascom/Onco Hematos

Mais Notícias

doença-de-chron

Doença Inflamatória Intestinal: Causas, sintomas e tratamentos

aedes-aegypti

Sou paciente oncológico: O que faço para me proteger da Dengue?

Endometriosis, virtual model of the uterus, close-up. Woman suffering from menstrual pain, while sitting on bed. Stomach pain

Entendendo a relação entre Endometriose e Câncer Uterino

Dengue-e1684841371182

Como combater a Dengue?

Em que podemos ajudar?